Oportunidade

26 de out de 2013

Pessoas Virtuais Seres Reais

Puxa, recebi uma mensagem de uma amiga do facebook, tão linda, ela e a mensagem.
Fiquei emocionada.

Gosto muito de pessoas. Me relaciono com muita gente por aqui, e cada uma tem um universo diferente. Não qualifico, nem desqualifico nenhuma pessoa pela palavra amigo. Menos ainda pela distancia que a internet impõe.


É como falo, a distancia não permite o toque, mas ela não impede o sentimento. As sociedade cibernetica faz muitas vezes, as pessoas se relacionarem de verdade.



Ja encontrei muita sinceridade no ambiente virtual. E muita canalhice, indiferença no mundo real.
Nós trocamos muitos pensamentos e sentimentos pela internet. E isso não é pouca coisa. Fora da Internet, as trocas são bastante concretas. E essas sensações ficam subjugadas muitas vezes.

Uma pessoa que conhecemos por aqui, deixa de ser virtual quando ela passa a habitar nosso pensamento.
Quando o que ela diz toca seu coração. Tem coisa melhor do que isso?

Se relacionar é coisa boa demais. As pessoas gostam de se sentir queridas, apreciadas. Não tenho dificuldade nenhuma em dizer que gosto de alguém, o quanto ela é bonita, inteligente quando realmente cabe. É dessa forma que nos ligamos as pessoas... apreciando o que elas tem de bom.

Todos os dias temos situações difíceis. Mas para a maioria delas o tempo é capaz de resolver sem o menor desgaste de energia.

Por isso sempre vivo olhando para tudo de bom que o momento me oferece. Porque o dia passa, as delicias que me são oferecidas agora, vão ficar para tras... lógico que outras virão (dirão os otimistas) mas porque eu perderia qualquer gotinha de felicidade possivel hoje?!

Por isso que mantenho contato com tanta gente que nunca vi pessoalmente. Porque sei que cada pessoa tem gotinhas de felicidade para minha vida. É disso que eu me nutro todos os dias.

O Eu Profundo


Meu senso íntimo predomina de tal maneira sobre meus cinco sentidos que vejo coisas nesta vida - acredito-o - de modo diferente de outros homens. Há para mim - havia - um tesouro de significado numa coisa tão ridícula como uma chave, um prego na parede, os bigodes de um gato. Há para mim uma plenitude de sugestão espiritual em uma galinha com seus pintinhos, atravessando a rua, com ar pomposo. Há para mim um significado mais profundo do que as lágrimas humanas no aroma do sândalo, nas velhas latas num monturo, numa caixa de fósforos caída na sarjeta, em dois papéis sujos que, num dia de ventania, rolarão e se perseguirão rua abaixo. É que a poesia é espanto, admiração, como de um ser tombado dos céus, a tomar plena consciência de sua queda, atônito diante das coisas. Como de alguém que conhecesse a alma das coisas, e lutasse para recordar esse conhecimento, lembrando-se de que não era assim que as conhecia, não sob aquelas formas e aquelas condições, mas de nada mais se recordando.
Fernando Pessoa 

Sweet Kisses

O amor acabou, é hora de devolver os presentes recebidos. Eu só quero de volta os beijos que dei.

24 de mar de 2013

Tão profundamente


"Quando ela me sorveu dos ossos a medula
E tão languidamente a buscou minha gula
Viu o beijo de amor que nela coloquei...

Meus dois olhos fechei,
Num susto de fobia...
Que oscila ao vento
Pela noite negra e fria."

Charles Baudelaire
As Flores do Mal