Oportunidade

31 de jan de 2012

Bailarina





Eu sempre fui apaixonada pelas bailarinas.
Com sua beleza, elas nos proporcionam um espetáculo de expressão e total entrega.


A forma segura que se lançam aos saltos, ao vazio incerto, na certeza de tocar o alvo,
o pensamento, o sentimento... e finalmente, o solo.

















A bailarina é tudo que eu quero ser.
Com seu jeito gracioso, esconde as dores  das exaustivas repetições. 


Desabores que  nos condenam a uma incrível emoção.















Na tentativa de ser bailarina, quando eu me entrego, eu me jogo...






Se a bailarina não se entrega, não há espetáculo.
















Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por participar!