Oportunidade

15 de ago de 2010

Bolhas de Sabão

Sentimentos, bolhas ao vento.
Tudo se perde se não for escrito.

Bolhas ao vendo, calçado, cimento
É pra ser assoprado, é pra ser calçado, é pra ser pisado.

Coloridas, grandes ou pequenas,
La vão elas...
Se não for escrito,
Vai-se ao vento.

Por isso eu escrevo,
As vezes,
Não é só para me me libertar,
E também pra tentar guardar bolhas de sabão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por participar!